9/10/18 em Artigos, Artigos ISO 9001, Artigos ISO TS e IATF 16949

Quanto custa implementar os requisitos da IATF 16.949:2016, se a empresa é ISO 9001:2015?

0 Flares Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Caso a empresa já seja certificada na ISO 9001:2015, baixe nossa [PLANILHA] e veja quanto custaria para implementar a IATF 16949:2016.

 

Desenvolvemos uma planilha simples contendo apenas os requisitos da IATF 16.949:2016, as ações necessárias para implementar, o tempo gasto para definir o processo documentado (sistemática), implementação e conscientização, custo estimado por hora que será utilizado por tipo de colaborador, custos adicionais com Organismo Certificador e treinamentos.

Numa simulação que fizemos para uma empresa de injeção de plásticos com 50 funcionários, custa próximo de R$ 92.000,00 (noventa e dois mil reais), sem contratação de consultoria, exceto para treinamentos.

Já temos alguns clientes certificados na IATF 16.949:2016, cujas experiências foram utilizadas para este estudo.

 

Curiosidades sobre a IATF 16.949:2016

  • A quantidade de requisitos específicos da IATF 16.949:2016 (itens da norma que são automotivos) é de 100 (cem) e os custos foram calculados sobre estes requisitos;
  • A ISO 9001:2015 possui 59 requisitos, ou seja, somados aos específicos automotivos a IATF 16.949:2016 tem ao todo 159 requisitos;
  • Como estamos falando de itens da norma, há itens que possuem subitens com letras a, b, c .., ou seja são bem mais requisitos. Num estudo detalhado que fiz, são 659 requisitos ao todo (306 da ISO 9001:2015 e 353 específicos da IATF 16.949:2016);
  • Classificamos que dos 100 requisitos específicos automotivos, 33 deles já são atendidos pela ISO 9001:2015, pois tais requisitos tratam de explicar com detalhes sua abrangência, mas na prática é a mesma abordagem da ISO 9001:2015, principalmente se implantados de uma forma robusta;
  • Na IATF 16.949:2016, mesmo que um requisito não seja aplicável, a organização não pode declarar sua não aplicabilidade, necessitando fazer uma previsão de como vai trata-lo, caso veja a ser aplicável um dia; exceto projeto do produto. Exemplos: software embarcado, itens de aparência, contrato de serviço com o cliente etc;
  • Nas auditorias de certificação e manutenção da IATF 16.949:2016, se identificada qualquer não conformidade, seja maior ou menor, não pode haver correção durante a auditoria e a organização obrigatoriamente não pode ser recomendada, havendo necessariamente uma nova auditoria;
  • Além dos requisitos da norma, a empresa também precisa atender aos requisitos específicos de cada cliente automotivo, que normalmente são manuais volumosos, que precisam ser analisados e incluídos no SGQ. Dependendo da quantidade de clientes e dos requisitos específicos serão gastas muitas horas para analisar e implantar. Isso pode ser interpretado como se a IATF 16.949:2016, não fosse suficiente para atender suas necessidades; e
  • Na minha visão mais de 90% dos requisitos da IATF 16.949:2016 e principalmente os específicos dos clientes não vão ajudar a melhorar a qualidade nem aumentar a competitividade da empresa. São burocracias exigidas numa postura de querer ser mais realista que o “Rei”. Uma forma de avaliar, é se a organização ou seus profissionais tem convicção que convenceriam suas Diretorias a implantarem tais requisitos, se não fosse requerido pela norma.

 

Considerações a fazer sobre a planilha desenvolvida para cálculo dos custos

  • Existem algumas informações específicas sobre a empresa “fictícia” que foi usada como exemplo, portanto isso vai mudar para cada empresa;
  • As ações de implantação estão de forma genérica, pois isso depende de cada empresa, porém é uma boa referência caso se queira detalhar as ações;
  • Foi calculado um custo médio de valor hora, de funcionários das áreas técnicas e gestores (engenharia de produto, qualidade, processos etc); e outro custo médio por hora para pessoal operacional (produção, recebimento, expedição, inspeção etc) para facilitar os cálculos, mas caso a empresa prefira pode fazer de forma detalhada;
  • A planilha visa ser aplicada apenas para ter uma visão geral dos custos e ajudar a tomar uma decisão sobre a implantação ou não da norma;
  • Os dados usados para cálculo não considerou algumas abrangências que certamente aumentariam os custos, mas considerou nossa abordagem de implantação que possui ferramentas que simplificam a implantação e aplicação de muitos requisitos. Desta forma, o custo real deve ficar um pouco acima do calculado no exemplo.

 

Esta planilha pode ser usada para quem quer implantar ou até para quem já implantou e quer saber quanto gastou ou quanto continua gastando para manter o sistema.

 

CLIQUE na imagem abaixo e acesse a planilha.

 

 

Ou acesse através do link: https://bit.ly/2yhFUth.

 

Escrito por:

Araújo

Diretor Técnico da ACT Consultoria & Treinamento

E-mail:  araujo@actconsultoria.com.br

 

0 Flares Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×